13 de julho de 2017 - 09:11

Justiça concede prisão domiciliar Geddel Vieira

Prisão do ex-ministro foi pedida pela Polícia Federal
Por Fernando Souza • Atualizado há 1 mês

A Justiça concedeu prisão domiciliar para ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB). O desembargador Ney Bello, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), de Brasília, autorizou ontem, dia 12, que o ex-ministro deixe o presídio da Papuda, na capital federal, e cumpra prisão domiciliar.

A prisão do ex-ministro de Michel Temer, que também ocupou uma diretoria da Caixa Econômica Federal durante o primeiro governo Dilma, foi pedida pela Polícia Federal (PF) e por integrantes da Força-Tarefa da Operação Greenfield.

Originalmente deflagrada em setembro de 2016 a ação visa apurar os crimes de gestão temerária e fraudulenta cometidos contra alguns dos maiores fundos de pensão do país, entre eles Funcef, Petros, Previ e Postalis.

Ao vivo