27 de julho de 2017 - 18:51

Governo quer economizar mais de R$2 bi com revisão no INSS

20 mil auxílios foram cancelados após beneficiários não comparecem as perícias
Por Lorena Silva • Atualizado há 4 semanas

O Ministério do Desenvolvimento Social estima economizar R$ 2 bilhões e 600 milhões por ano com os cancelamentos de quase 160 mil benefícios, como os de auxílio-doença, por exemplo.

De acordo com a pasta, até o dia 14 deste mês foram feitas cerca de 200 mil perícias nesse grupo. Outros 20 mil benefícios foram cancelados porque os beneficiários não compareceram após serem convocados.

Previsto em lei, o auxílio-doença estabelece o repasse de dinheiro ao segurado do INSS que, por uma doença ou acidente, fica temporariamente incapaz de trabalhar. Para receber os recursos, a pessoa precisa apresentar laudo médico e passar por revisão.

O pente-fino nos benefícios pagos pelo INSS, previsto em medida provisória, começou em 2016, mas foi suspenso porque o Congresso não aprovou a MP a tempo. O governo, então, editou uma nova MP, e a revisão foi retomada no início deste ano.

 

Ao vivo