12 de Maio de 2018 - 10:10

Gilmar manda soltar acusado de ser operador financeiro do PSDB

Paulo Preto, como é conhecido, é suspeito de desvio de recurso em obras de São Paulo.
Por Lorena Silva • Atualizado há 4 meses

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes Gilmar Mendes mandou soltar Paulo Preto, operador do PSDB, ex-diretor da Dersa.

A determinação ocorreu ontem (11). Paulo Vieira de Souza, ou o Paulo Preto, como é conhecido, atuou no governo paulista. Ele foi preso de forma preventiva pela Polícia Federal (PF) no início do mês passado, com a suspeita de participação em um esquema de desvio de recursos em várias obras na região metropolitana de São Paulo, entre os anos 2009 e 2011, entre elas a construção do Rodoanel.

Ao vivo