28 de Fevereiro de 2018 - 18:45

Fachin nega medidas cautelares contra irmão e mãe de Geddel

Caso está relacionado aos R$ 51 milhões em espécie encontrados em Salvador.
Por Flávio Max • Atualizado há 8 meses

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou a aplicação de medidas cautelares contra o deputado Lúcio Vieira Lima e Marluce Vieira Lima, respectivamente irmão e mãe do ex-ministro Geddel Vieira Lima.

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, denunciou os três membros da família Vieira Lima, em dezembro do ano passado, por associação criminosa e lavagem de dinheiro.

O caso está relacionado aos R$ 51 milhões em espécie encontrados em um apartamento em Salvador, ligado a Geddel.

Dodge apresentou novos indícios de peculato e continuidade de lavagem de dinheiro. Fachin, ainda assim, considerou os fatos novos insuficientes para justificar as cautelares pretendidas.

 

Ao vivo