24 de Fevereiro de 2018 - 09:39

Ex-juiz do caso Eike é condenado a 52 anos de prisão

Flávio Roberto foi flagrado em 2015, dirigindo um Porsche apreendido.
Por Flávio Max • Atualizado há 1 mês

O juiz Flávio Roberto de Souza, da 3ª Vara Federal do Rio de Janeiro, foi condenado nesta semana por peculato e lavagem de dinheiro em dois processos que respondia na Justiça Federal.

Flávio Roberto é conhecido por ter sido flagrado, em 2015, dirigindo um Porsche apreendido do empresário Eike Batista.

Ele foi condenado à 52 anos de prisão, além da perda do cargo de magistrado e a uma multa de R$ 599 mil.

As decisões foram expedidas nos dias 16 e 19 deste mês. De acordo com o Ministério Público Federal (MPF), em um dos processos, Flávio Roberto desviou para seu benefício dinheiro que estava apreendido na vara federal em que ele era titular.

 

Ao vivo