19 de julho de 2017 - 10:20

Curador do jogo Baleia Azul é preso

Contra Matheus havia um mandado de prisão temporária
Por Fernando Souza • Atualizado há 1 mês

A operação para identificar os “curadores” do jogo Baleia Azul que incentiva o suicídio de seus jogadores, foi concluída com a prisão de um homem no Rio de Janeiro. Trata-se de Matheus Silva, de 23 anos, que foi detido na favela de Nova Era, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense.

Contra Matheus havia um mandado de prisão temporária. De acordo com a delegada Fernanda Fernandes, da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), o acusado teria confessado ser o “curador” de 30 jogadores, ou seja, ele era o responsável por cobrar o cumprimento de tarefas que incluem automutilação e até o suicídio.

Mandados de busca e apreensão foram cumpridos nas cidades de Belo Horizonte, Sete Lagoas, na Região Central, e Juiz de Fora, na Zona da Mata, onde celulares e computadores foram apreendidos. As investigações no Rio de Janeiro tiveram início com o objetivo de tentar proteger crianças e adolescentes das “armadilhas” do game macabro.

Ao vivo