12 de Fevereiro de 2018 - 11:37

Cresce disputa pelo comando do BNDES

Governo federal não sabe quem ocupará o lugar de Paulo Rabello de Castro.
Por Flávio Max • Atualizado há 6 meses

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, o BNDES, voltou ao radar de políticos e postulantes ao Palácio do Planalto.

O governo federal ainda não chegou a um consenso sobre quem ocupará o lugar de Paulo Rabello de Castro, em abril, quando o executivo sairá para ser pré-candidato à Presidência da República pelo PSC.

Na teoria, o banco é ligado ao Ministério do Planejamento, mas tanto na Fazenda quanto na Câmara dos Deputados há quem queira indicar um nome para a instituição.

O atual presidente do BNDES já se posicionou sobre o assunto. Ele defende que o atual diretor da área financeira e internacional do banco, Carlos Thadeu de Freitas Gomes, o substitua.

O mais provável, entretanto, é que o cargo seja objeto de negociações políticas, como ocorre historicamente com as estatais.

 

Ao vivo