14 de Fevereiro de 2018 - 18:58

Câmara de vereadores devolveu R$11.800 mi ao município

Só em combustível, a economia chegou a R$525 mil.
Por Flávio Max • Atualizado há 5 meses

A Câmara Municipal de Uberlândia devolveu cerca de R$11.800 milhões aos cofres do Município em 2017. Só em combustível, a economia chegou a R$525 mil. Cada vereador tem direito a R$10 mil para os gastos do gabinete, como manutenção de carro, material de escritório e combustível.

Esses recursos, antes eram pagos pelos vereadores, que precisavam apresentar as notas ficais e pedir reembolso do valor. Agora, o setor de Controle Interno da Câmara diz que regula e fiscaliza esse procedimento, e que os gastos passaram a ser feitos por licitação.

Até 2016, a Câmara também pagava por outros gastos dos vereadores, como assessoria especializada, viagens sem autorização, xerox, assinaturas de jornais e revistas. Tudo foi cortado. Mas os gastos com material de propaganda continuam sendo controlados pelos próprios vereadores, são R$6.500 mil por mês.

Este ano, a devolução pode ser menor, se comparada como ano passado. No Orçamento da Câmara para 2018 estão reservados R$1.350 milhão para garantir a revisão salarial dos vereadores, aprovada no fim do ano passado. Por enquanto o pagamento está suspenso por uma liminar do Tribunal de Justiça de Minas Gerais. Mas a Câmara já recorreu para tentar reverter a decisão.

 

 

Ao vivo